Tuesday, 24 December 2013

O que fazer em Londres no dia 25 de Dezembro

Muitos turistas escolhem passar o Natal em Londres e não sabem que no dia 25 de Dezembro praticamente tudo é fechado por aqui, nem o transporte publico funciona. Fazer um roteiro para esse dia é sempre um desafio até pra mim que sou guia em Londres.

Tower Bridge decorada para o Natal

Dei uma pesquisada e bolei uma lista pra ajudar vocês!
Pra quem decidiu ficar em Londres no dia de Natal, aí vão minhas dicas:

Fazer uma tour num ônibus de 2 andares - A Premium Tours é a única empresa desse ramo que funciona dia 25. Os preços são salgados (£39 por adulto) mas é uma boa pedida pra quem está procurando o que fazer nesse dia.



Fazer um passeio de barco pelo Tamisa - A City Cruises vai funcionar no dia 25 oferecendo diferentes tipos de pacote. Apenas o passeio, passeio com almoço, passeio com chá da tarde, passeio com jantar. Os preços variam de £20 a £115, dependendo do pacote escolhido.



Ripleys' believe it or not - É uma galeria que lida com eventos bizarros e itens tão estranhos que as pessoas questionam a sua existência. Na franquia de Londres você encontra um labirinto de espelhos, uma galeria que fala sobre mistérios cósmicos, uma réplica da Tower Bridge de 4 metros feita de palitos de fósforo, uma Ferrari em tamanho natural feita de crochê, a Santa Ceia pintada na asa de uma libélula e por aí vai! Ingressos comprados online saem por £22.
Para mais informações, é só dar uma olhada no site deles:

Labirinto de espelhos

Visitar a casa/museu de Charles Dickens - O autor de "Grandes expectativas", "As aventuras de Oliver Twist", dentre outros, era um apaixonado por natal e escreveu 5 livros sobre essa época do ano, como "Um conto de Natal". Durante o natal a casa dele fica se transforma numa grande celebração da data com direito a mince pies, mulled cider, decoração temática e leituras ao vivo de algumas das historias de natal escritas por Dickens. Ingressos são super disputados. Você pode encontrar mais informações no site deles: http://www.dickensmuseum.com/events/a-very-dickensian-christmas/



Visitar a St Paul's ou a Abadia de Westminster - A catedral de St Paul's tem 3 eventos marcados para o dia 25. A comunhão sagrada as 8:00, Eucaristia cantada as 11:00 ou o coral da igreja cantando musicas de natal as 15:15.
Já a Abadia de Westminster fará missas as 8:00, 9:00 e 12:00.

St Paul's cathedral



Outra dificuldade do dia 25 é achar onde comer e beber. Abaixo segue uma lista de restaurantes e pubs que podem salvar vocês nesse dia. :)

Restaurantes
Pubs (que também oferecem comida)
Espero poder ter ajudado. Feliz natal pra todos vocês!!


Thursday, 19 December 2013

Curiosidades sobre a Rainha Elizabeth II

A coluna do Charles Saatchi no Evening Standard de hoje veio recheada de curiosidades sobre a rainha Elizabeth II.


Apesar de ser uma figura pública e ter tido a vida inteira estampada nos jornais a rainha é bem discreta e eu acho super interessante descobrir essas peculiaridades sobre uma das monarcas mais fascinantes da história do Reino Unido.

Selecionei as minhas favoritas pra dividir com vocês!

  •  Ela foi educada em casa e é fluente em francês e latim.



  • Se ela quiser deixar um jantar em 5 minutos, ela coloca a sua bolsa em cima da mesa. Dessa forma ela consegue informar discretamente aos seus funcionários que quer se retirar. 


  • Se você um dia tiver o prazer de conversar com a rainha e ela ficar movendo a bolsa de um braço para o outro, isso é um péssimo sinal! Ela faz isso se estiver numa conversa entediante e quiser uma intervenção.



  • Ela mantem um ganchinho dentro da bolsa para pendurá-la discretamente embaixo das mesas. 



  • Durante a sua coroação, o seu manto era tão pesado que ela pediu que o Arcebispo de Canterbury desse uma "empurradinha" para ajudá-la a começar a caminhada. 


  • Ela tem uma conta no banco Coutts & Co e tem um caixa eletrônico dentro do Palácio de Buckingham para sua conveniência. 




  • Em 1982 um ladrão entrou no quarto da rainha no Palácio de Buckingham e sentou no cantinho da cama. 



Ela ficou calma e conversou com ele por 10 minutos, até que ele pediu um cigarro e assim ela conseguiu buscar ajuda.

  • Durante um show de humor, o comediante Tommy Cooper perguntou à Rainha:


TC: Você se incomoda se eu fizer uma pergunta pessoal?
Rainha: Não, mas talvez eu não possa te dar uma resposta completa.
TC: Você gosta de futebol?
Rainha: Bem, na verdade não. 
TC: Nessa caso, você pode me dar os seus ingressos da final da copa?



No outro dia os ingressos foram entregues à Tommy. 

  • O seu comediante favorito da atualidade é Ali G, o personagem de Sacha Baron Cohen (o mesmo de Borat). Quem diria!!

Ali G
  • Ela não se incomoda de repetir a mesma roupa.

So mudou a bolsa e o sapato

  • Ela esnobou Wimbledon por 33 anos porque eles a contrariaram de alguma forma.



  • Nem a realeza escapa de um barraco familiar! Numa visita à Austrália, durante uma discussão com o Principe Philip, ela foi vista jogando os sapatos e esquipamentos esportivos nele. Depois ela disse que essas coisas aconteciam em qualquer casamento. 




Eles estão casados há 65 anos e admite que foi amor a primeira vista. 


  • Ela não gosta de alarmes e acorda todos os dias com o som da gaita de fole do seu tocador particular.


  • Winston Churchill escreveu que ela tinha um ar de autoridade e reflexividade. Na época a rainha tinha apenas 2 anos. 

Who run the world? Girls!

E aí, vocês conheciam essas curiosidades? Gostaram de saber?


Tuesday, 10 December 2013

15 motivos para conhecer Londres no inverno

Muita gente não gosta da idéia de vir a Londres no inverno e o maior medo das pessoas é ele, o tão temido frio.

Kensington Garden com o lago quase congelado

Não vou mentir pra vocês, é frio sim! Mas nada que um bom casaco, luvas, gorro, calca térmica e tudo o mais que você tiver direito não amenize. E além do mais, é uma época linda e super charmosa para visitar Londres.





Ainda não tá convencido? Pois eu elaborei uma lista com 15 motivos pra fazer você mudar de idéia.

Tuesday, 5 November 2013

Lord Mayor's Show

Londres é uma cidade que conta com dois prefeitos. O super carismático Boris Johnson, prefeito da grande Londres (Mayor of London) e o prefeito da City of London (Lord Mayor of London), o distrito financeiro de Londres. 

Essa posição é mais figurativa do que realmente política. O Lord Mayor é o representante e porta-voz da City e é responsável por apoiar e promover negócios e pessoas dessa região. Ele marca presença em eventos, dá  discursos e passa mais de 100 dias do ano viajando, divulgando esse pedaço de Londres.

Sunday, 3 November 2013

Remembrance Sunday (Domingo da Lembrança)

No Reino Unido todo segundo domingo do mês de Novembro é comemorado o "Remembrance Sunday", que é o domingo mais próximo do dia 11 de Novembro. A data escolhida é em homenagem ao cessar fogo da primeira guerra mundial que aconteceu no dia 11, do mês 11, às 11 horas.

Tuesday, 29 October 2013

We Will Rock You - Musical

Esse mês fui assistir o We Will Rock, um musical todo baseado nas canções do grupo inglês Queen. 
O musical está em cartaz há mais de 10 anos e mesmo depois de tanto tempo ainda é uma atracão super popular.  A fachada do teatro que o recebe ja virou ponto turistico de Londres, com uma estatua dourada imensa do Freddie Mercury dominando o cruzamento da Oxford Street com Tottenham Court Road.

Wednesday, 16 October 2013

Postman's Park - um recanto no meio da City

Esse parque é tao pequenininho que mais parece um jardim do que um parque.



Ele fica pertinho da St Paul's Cathedral, rodeado de escritórios. Durante a hora do almoço é difícil achar um lugar pra sentar por la, o gramado e os bancos ficam lotados de profissionais à procura de um refugio da loucura da City. O parque é quase um oásis verde em meio ao cinza dos prédios que o cercam.

Sunday, 13 October 2013

Londres - A melhor cidade do mundo

De acordo com a ultima edição do "Anhold-GfK City Brands Index" Londres é a melhor cidade do mundo. A pesquisa, que mede a poder, imagem e atracões de uma cidade, foi publicada há quase 2 semanas e mostra que Londres desbancou cidades como Paris e Nova York.


Quem precisa de Torre Eiffel quando se tem um parlamento desses?

Dentre os possíveis motivos que podem ter contribuído para que Londres levasse a medalha de ouro nessa pesquisa estão: o fato da cidade ter mantido a boa energia do clima das Olimpíadas, vários eventos que atraíram atenção internacional como o jubileu da Rainha e o nascimento do Principe George.

Friday, 11 October 2013

10 mandamentos do turista brasileiro em Londres - Revista Veja

Achei essa matéria no site da Veja sobre os 10 mandamentos do turista brasileiro em Londres e achei super bacana. Ela é um pouco antiga (de 2012) mas ainda é muito valida.

1. Serás pontual:  Não é mito: em Londres as pessoas são pontuais e esperam que você também seja. Pequenos atrasos são toleráveis, mas lembre-se de sempre avisar com antecedência. Se o site informa que o trem sai às 8:47, significa que ele sairá às 8:47.

Wednesday, 2 October 2013

Por que visitar Londres no Outono?

Muita gente acha que a melhor época para visitar Londres é o verão, onde pode-se aproveitar os dias mais longos, o sol na Europa, o verde das árvores. Mas será  mesmo? Nesse post listei algumas razões para tentar convencer vocês de que visitar Londres no Outono também é uma ótima opção. 

1 - As manhãs são douradas. Nessa época do ano, as cores vivas do verão são substituídas por cores mais quentes. Os dias amanhecem mais alaranjados, fazendo qualquer paisagem com cara de quadro do Monet. 

Tamisa visto de Blackfriars Bridge
Tamisa e as Casas do Parlamento - Monet

2 - A famosa fog, neblina Londrina, está de volta. Muita gente tem o sonho de conhecer Londres do jeito que a gente vê nas fotos, nos filmes, a paisagem coberta de neblina. Pra quem quer ver dias típicos londrinos o Outono é a época ideal pois da pra curtir a fog sem o frio intenso do inverno. 



3 - As folhas do Outono. As ruas e os parques ficam lindos, a grama verde vai cedendo espaço para as folhas alaranjadas que vão caindo e adornando o chão.   

Green Park no Outono

4 - Pra quem está planejando fazer uma viagem romântica essa época é ideal! Além das paisagens serem lindas, o clima frio é super propício para os casais que querem ficar abraçadinhos e passar a noite dormindo de conchinha. 

Casal em Greenwich

5 - Usar roupas de frio. Quem vem do Brasil quer mais é aproveitar a viagem a Europa para usar aquelas roupas de frio que ficam escondidas no armário. Botas, jaquetas, meias, cachecóis e tudo o mais que tiver direito e vontade. Essa é a melhor estacão para abusar das camadas e dar uma de fashion! Até porque no inverno a gente pouco se preocupa com o look, a gente quer mais é se proteger do frio. 



6 - Beber muito vinho tinto e bebidas quentes. Você está na Europa, pertinho dos maiores e melhores produtores de vinho do mundo. Vinho aqui é bom e barato então não tem desculpa para não abusar de um bom vinho nas férias. Aqui você pode ver uma seleção dos melhores "Wine Bars" de Londres.  E durante o dia, porque não aproveitar os maravilhosos chás ingleses ou um bom chocolate quente?




7 - Um dia com 25 horas. Tudo bem que os dias são mais longos no verão mas no Outono nos ganhamos um dia com uma hora a mais! Quando termina o horário de verão, ganhamos uma hora a mais de sono ou de passeio em Londres. 

8 - Curtir um Halloween. Em Londres a festa de Hallowen não é tao popular quanto nos Estados Unidos. Mesmo assim acontecem vários eventos temáticos na cidade, pessoas fantasiadas, crianças batendo nas portas pedindo doces e ameaçando uma travessura. Pra quem quer curtir a data você pode ver opções de festas, eventos para crianças, casas de terror e etc nesse link com dicas para o Halloween em Londres.



9 - Participar de uma típica comemoração inglesa, a Bonfire Night. Não sabe o que é isso? Já falei aqui no blog sobre. Pra quem perdeu, aqui vai o link explicando o que é a Bonfire Night e sugerindo os melhores locais para curtir.


10 - Fazer as compras do Natal. O ano passa tão rápido que quando menos esperamos já é Natal. Que tal então visitar Londres e aproveitar para comprar os presentes aqui? Aqui você acha de tudo, lembrancinha, artigos luxuosos, presentes alternativos, roupas, etc. E tem para todos os bolsos! Da até para conhecer a cidade e ainda economizar nas compras do Natal. 



Tenho certeza que existem ainda mais motivos para tentar convencer alguém de vir a Londres no Outono. Vocês tem alguma sugestão? Algo que ficou faltando na minha lista?

Se eu conseguir convencer vocês de que vale a pena vir a Londres no Outono que tal aproveitar e fazer um passeio com uma guia brasileira em Londres? Posso sugerir e acompanhar roteiros, sugerir hotéis, restaurantes, tudo com a segurança e tranquilidade de estar acompanhado de uma pessoa que fala a sua língua. Aguardo contato de vocês. 

Wednesday, 25 September 2013

A Londres do Caetano

Esses dias um amigo meu sugeriu um post que falasse da musica que o Caetano Veloso lançou em 1971, London London.


Sempre gostei dela e acho que muitos brasileiros que aqui moram se identificam com a letra, com a melancolia e serenidade que ela traz.  É quase um hino para o brasileiro que se aventurou e foi morar em Londres.

Mesmo conhecendo a musica  muito tempo nunca tinha parado para analisar a letra ou tentar entender o que o Caetano sentia e queria dizer quando a escreveu.

Caetano e Gil na Trafalgar Square

Caetano veio para Londres em 1969 onde permaneceu por aproximadamente 3 anos. Veio exilado, junto com Gilberto Gil. Um exílio imposto pela ditadura brasileira. Caetano tinha uma posição politica contestadora, que não combinava com o estilo autoritário do governo brasileiro da época. Governo esse que meses atrás havia introduzido o AI5 que, dentre outras coisas, limitava a liberdade do povo brasileiro.


Dispensa legendas!

Caetano chegou em Londres em 1969, no mês de Julho, ou seja, no verão! Pelo menos o choque térmico na chegada não deve ter sido grande pra quem acabava  de vir da Bahia.
Mas os dias, meses vão passando, o frio vai chegando, a saudade da terra e dos seus vai aumentando e isso com certeza influenciou o cantor nas suas composições.

O que a gente nota nessa musica é o sentimento da solidão, isolamento, misturado com uma melancolia, quase uma tristeza. Mas ao mesmo tempo carregada de serenidade e conformidade com a situação em que ele se encontrava.  Ele está sozinho, sem rumo, mas não tem medo.

"I know I know no one here to say hello
I know they keep the way clear
I am lonely in London without fear
I'm wandering round and round here, nowhere to go"

Sendo nordestina como ele, simpatizo e entendo o sofrimento, a diferença de vir de uma terra tão quente, com tanto calor humano para uma tão fria, seja nos termômetros ou no comportamento das pessoas.

Caetano já sentindo a depre que o frio traz e pensando na Bahia (minha interpretação da foto)
Caetano também repara no relacionamento entre os policiais britânicos e a população, ele fala de um policial que se sente satisfeito em ajudar um grupo e fala como é bom viver em paz. Tão diferente da realidade da ditadura militar vivida no Brasil nessa época.

"A group approaches a policeman
He seems so pleased to please them
It's good, at least, to live and I agree
He seems so pleased, at least
And it's so good to live in peace
And Sunday, Monday, years, and I agree"

Já  sobre o refrão "While my eyes go looking for flying saucers in the sky" as opiniões são divergentes quanto a o que ele quis dizer com isso. Traduzindo ao pé da letra, ele diz "enquanto meus olhos procuram por discos voadores no céu". Algumas pessoas falam que na época ele fazia muito uso de drogas e tinha alucinações onde via discos voadores. Eu fico com a versão de que ele se sentia tao estranho e diferente que era como se estivesse num outro planeta, esperando a qualquer momento pelo disco voador que o levaria de volta à Bahia.

Aqui vai a letra completa da musica e a tradução para o português:



E vocês, tem uma interpretação diferente dessa musica?

Pra quem ainda não conhece, escutem também a versão de London London da Cibelle com o Devendra Banhart. Eu adoro e de quebra ainda tem imagens da cidade. :)





Saturday, 31 August 2013

Houses of Parliament ou Palácio de Westminster - Visita guiada

Sem dúvida é a construção mais icônica da cidade. O prédio, em estilo néo-gotico, que abriga a torre com o relógio (e sino!) mais famoso do mundo é destino certo de todos os turistas que vêm a Londres. Vir à Londres e não ver o Big Ben é como ir à Paris e não visitar a Torre Eiffel.

Ô Big Ben lindo!

Apesar de passar por lá inúmeras vezes, levar amigos e turistas, eu nunca tinha feito a visita guiada por dentro do Parlamento.  Com a sugestão de uns amigos que estavam aqui turistando, aproveitei e me juntei a eles. 
Depois de uma fila rápida e uma revista rigorosa com direito a detector de metais somos direcionados ao Westminster Hall, ponto inicial e final da visita. 

Pessoal lá não brinca em serviço.
Construído em 1097 é a parte mais antiga do palácio e uma das únicas áreas que resistiu ao incêndio de 1834, que destruiu boa parte do palácio. Este Hall foi palco de muitos eventos históricos como: julgamento do Rei Charles I  e de William Wallace (lembram do escocês representado pelo Mel Gibson no Coração Valente?), banquete da coroação do Rei George IV, assim como velórios de Winston Churchill e mais recentemente da Rainha Mãe em 2002. 

Esse teto é de tirar o fôlego
O teto, todo de madeira de carvalho, impressiona e já nos da uma prévia do que está por vir. Essa é a unica área do palácio onde é permitido fotografar. Infelizmente durante todo o resto do percurso resta aos visitantes guardar as imagens na memória. 

David, nosso guia no dia, um senhor inglês, se apresenta e de lá começamos a visita. Durante o passeio a gente vai percebendo que nosso guia tem muito conhecimento e é claramente apaixonado pela história do país. Devo ressaltar também que percebendo que o nosso grupo era formado por vários estrangeiros ele sempre falava devagar e usava palavras mais simples quando notava que alguém não tinha entendido algo. Não sei se todos os guias de lá são assim, mas tivemos muita sorte com o nosso. 

O prédio consegue ser ainda mais bonito por dentro. Tudo muito requintado e grandioso. Cada cantinho tem uma história, uma curiosidade. Achei interessante saber que lá dentro, tudo que fica na parte dos Lordes tem decoração vermelha, cor da nobreza, enquanto a parte dos Comuns é toda no tom de verde, a cor do povo. Todo o carpete e os estofados seguem essa linha nas salas lá dentro.

Vitral ainda no Westminster Hall
O passeio nos leva à várias áreas do palácio, como:

Câmara dos Comuns - é aqui onde todos os MPs (Membros do Parlamento) se encontram para discutir questões, leis e propostas. Os MPs são eleitos pela população. Eles ficam sentados separados por partidos: os conservadores, os liberais-democratas, nacionalistas e o partido dos trabalhadores. Aqui não é permitida a entrada do monarca. Todos os anos, na cerimonia de Abertura do Parlamento, um representante da rainha se dirige até à Camara dos Comuns para convocar os MPs. A porta é então é fechada na cara dele, mostrando que ali é uma área do povo. Ele então bate 3 vezes na porta até que alguém abra para escutar o seu anúncio. O povo aqui adora manter as tradições, muitas vezes sem sentido! E é aqui também que toda quarta-feira, na hora do almoço, o Primeiro Ministro (atualmente David Cameron) vem responder as perguntas dos MPs. Esse evento é televisionado e transmitido ao vivo. O PM é escrutinado ali "na lata" e tem que se virar para responder todas as perguntas. A sessão é mediada pelo Speaker (atualmente John Bercow, desde 2009), que é eleito pelos membros da casa. Quem tiver curiosidade é só clicar no video abaixo para assistir uma típica sessão do "Prime Minister's questions" 


Câmara dos Lordes - Formada por 2 arcebispos e 4 bispos da igreja anglicana e mais 724 membros da nobreza: Lordes, Duques, Marqueses, etc. Diferente da Camara dos Comuns, aqui os membros não sao eleitos e sim nomeados pelo monarca, com a recomendação do Primeiro Ministro. A Camara dos Lordes vai examinar as leis e propostas sugeridas pela Camara dos Comuns. Apesar de não terem o poder de evitar uma lei ser aprovada, eles podem atrasar o processo e exigir que os Comuns reconsiderem certas decisões.

Central Lobby - Também conhecido como hall octagonal devido a sua forma, é tido como o coração do palácio. Fica exatamente entre a área dos Lordes e dos Comuns e já foi descrito como o centro político do império britânico. Lá pode-se ver pinturas nas paredes dos 4 padroeiros do Reino Unido: St George (Inglaterra), St Patrick (Irlanda), St David (País de Gales) e St Andrew (Escócia).

Member's Lobby - área onde os MPs se encontram para discutir e também dar entrevistas. É adornada por 4 estátuas de grandes figuras da política nacional como: Winston Churchill (talvez o mais celebrado Primeiro Ministro do país), Margaret Thatcher (sem duvida a mais controversa), Clement Attlee (PM muito celebrado pela criação de uma das joias desse país: o NHS - National Health Service, o "SUS" do Reino Unido) e David Lloyd George, conhecido por grandes reformas sociais no país. 

Queen's Robing room - É aqui onde a Rainha se prepara para a cerimônia de Abertura do Parlamento, vestindo um manto e a coroa. A sala é toda decorada com temas do Rei Arthur e os cavaleiros da távola redonda. Esse é o unico quarto do Parlamento que tem como tema de decoração uma lenda. 

Royal Gallery - Uma das maiores salas do parlamento, fica ao lado do Queen's Robing room. É por lá que passa a procissão real no dia da cerimonia da Abertura do Parlamento. As paredes são decoradas com quadros que retratam grandes momentos da historia militar da Inglaterra como a batalha de Trafalgar e a de Waterloo.

Prince's Chamber - é uma ante-sala entre a Royal Gallery e a Camara dos Lordes, uma área que os Lordes usam para discutir temas em questão. A sala contem uma grande estatua da Rainha Victoria e as paredes são decoradas com o tema Tudor. Segundo o nosso guia, lá é o único lugar que você vai ver o Henrique VIII e suas 6 mulheres dividindo o mesmo espaço. 


O palácio é imenso, o passeio dura cerca de 1 hora e meia e os ingressos custam £16.50. Acreditem, vale cada centavo. Saí de la maravilhada. Na minha opinião é o predio mais bonito que eu vi em Londres. Muito mais que a Abadia, St Paul's, Torre de Londres e outros.
Por mais £25 você pode também tomar um chá da tarde por lá. Com certeza poucas pessoas podem dizer que tomaram chá da tarde dentro do parlamento inglês.  

É aberto para visitação aos sábados e alguns dias da semana, quando o parlamento estiver fechado. Mais informações sobre ingressos, dias, horários pode ser encontradas aqui!

E pra quem quiser uma guia brasileira acompanhando esse passeio é so entrar em contato comigo. :)

Thursday, 4 July 2013

Por que visitar Londres no verão?

Todos concordam que visitar Londres em qualquer época do ano é maravilhoso. Mas o verão, numa terra que é conhecida pelo céu cinzento, é especial. Pra quem mora aqui é definitivamente a estação mais aguardada do ano e muitos turistas também decidem aproveitar a capital inglesa nessa época do ano. 

Mas por que vir a Londres nessa época é tão especial? Listei alguns motivos para tentar convencer vocês de aproveitar o verão por aqui. A lista é pessoal, mas aceito sugestões. 

1 - Os dias são mais longos. No verão o sol se põe depois das 21:00 então você pode esticar o seu passeio ate mais tarde e aproveitar todas as atracões turísticas, bater foto antes de anoitecer.

Por do Sol as 21:00 em Camden Town

Curtir um céu azul em Londres é coisa rara!

2 - Parques, parques e mais parques. É a época ideal para explorar os parques da cidade: o famoso Hyde Park, Green Park, os pássaros do St Jame's, as flores do Regent's Park, os lagos do Hampstead Heath, a vista do Greenwich Park, os animais do Richmond Park, o jardim botânico do Kew Gardens, enfim, a lista é interminável, cada um com suas particularidades, espalhados por todos os cantos da cidade. Deitar na grama de um parque, tomar um sorvete, se refrescar nas fontes é uma das atividades mais simples e prazerozas do verão.

St Jame's Park

3 - Sair com roupas leves. Nada de casaco, luvas, cachecol e meia térmica! Pra quem vem do Brasil, não precisa se preocupar em comprar roupas de frio.Verão é época de abusar das t-shirts, vestidos, saias e sandálias. No máximo uma jaquetinha, pra quando o sol se por. 


4 - Passeios de barco. Com o clima favorável, aproveite para fazer passeios de barcos saindo de Westminster ate Greenwich ou até Hampton Court. As rotas, horários e preços você encontra nesse link. Ou então fazer uma Duck Tour, em carros que foram usados no Dia D na segunda guerra mundial, fazendo um passeio pelos principais pontos turísticos e depois entrar com carro e tudo no Tamisa. Diversão pra família toda.

Duck Tour, saindo do Rio e voltando para as ruas. 

5 - Visitar o Buckingham Palace. Todo verão o Palácio de Buckingham abre as portas para os turistas. É a chance que temos de ver por dentro as escadarias, salas de jantar, salas de reuniões, escritórios, o jardim do palacio e a extensa coleção de arte.  



6 - Visitar Stonehenge.  Os visitantes do mais famoso monumento pre-histórico da Inglaterra normalmente nao podem tocar nas pedras, pois só as veema partir de uma trilha marcada no parque, um pouco distante das pedras. No entanto, no solstício de verão, o dia mais longo do ano, acontece um evento gratuito onde a área é liberada e os visitantes circulam entre as pedras, celebrando o Sol e a natureza. A comemoração dura até a manhã do dia seguinte. Ideal para os amantes da natureza, neo-hippies ou apenas curiosos.

Stonehenge no solsticio do verão

7 - Aproveitar os Beer Gardens e tomar Pimms. Todo pub que se preze, deve ter um jardim. Por menor que seja, durante o verao todos se amontoam pra tomar uma cervejinha no jardim do pub. E já que estamos em Londres, por que não aproveitar a melhor bebida inglesa do verão? Pimm's é a cara do verão. É só misturar um terço do licor, com 2 terços de limonada, colocar rodelas de pepino, laranja, morango, menta e gelo (pode adicionar qualquer fruta da sua preferência). E pronto! Delicioso e refrescante.

Pimm's no Borough Market

8 - Assistir uma peça ao ar livre. Quem precisa de West End se temos teatro ao ar livre no Regent's Park? Todo verão o Open Air Theatre  exibe diferentes peças para todos os gostos. Entrando no site deles você vera mais informações sobre horarios e temas. Os preços variam entre £25 e £55. Além do Regent's Park, temos também o já tradicional Shakespeare's Globe, exibindo peças do barbado mais famoso da Inglaterra com ingressos a partir de £5, uma barganha! 

Shakespeare's Globe

9 - Assistir um filme ao ar livre na Somerset House. Já virou tradição o cinema ao ar livre da Somerset House. Tudo bem, os filmes geralmente não são lançamentos e sim clássicos do passado, mas quem resiste a um telão de cinema num lugar desses? Mais informações aqui.



10 - Os festivais de música. São vários, no interior da Inglaterra e em Londres mesmo. O mais famoso, sem duvida, é o de Glastonbury que sempre tem a melhor line-up de todos! Clicando no link você vê a programação desse ano.

O palco Piramide de Glastonbury - o mais prestigiado.
Os festivais que acontecem no interior, pedem uma boa programação. Os ingressos são vendidos com bastante antecedência e o esquema é acampar! Chegar cedo pra pegar o melhor lugar pra armar a barraca e torcer pra não chover muito. Muita chuva e lama são características tradicionais de Glastonbury. Pra quem ja passou da idade ou não tem mais paciência pra acampar (eu!), o ideal é aproveitar os festivais que acontecem em Londres mesmo, curtir bem a noite e voltar pro conforto da casinha no final da festa.  Um bom festival em Londres é o British Summer Time Festival, que acontece todos os anos no Hyde Park e a noite termina cedo (meia noite, mais ou menos), deixando tempo suficiente pra voltar tranquilo pra casa na mesma noite.



11 - Ir a London Eye no final do dia - Durante o verão a London Eye fica aberta ate as 23:00. Perfeito pra quem quer aproveitar bastante o sol e terminar o dia vendo Londres do alto, a noite.



12 - Wimbledon. Todo verão os maiores atletas de tênis da atualidade marcam presença no campeonato de tênis mais charmoso do mundo. Os ingressos são escassos e é preciso muita sorte e um bom planejamento, pois existe uma espécie de sorteio para venda. De qualquer forma, todos os anos são disponibilizados ingressos no dia, pra quem chegar cedinho. Mas é cedinho mesmo! Tem gente que acampa, vira a noite por lá pra tentar garantir o seu para o dia seguinte. No ano que eu fui, cheguei umas 6:00 da manhã e só consegui entrar umas 11:00. Mas vale a pena a visita! A arena é linda, imensa, com mais de 19 quadras, restaurantes, museu, bares e é tudo tão chique e tradicional que você entra na onda. Comer morangos com creme e tomar um Pimm's, comida e bebida tradicional do campeonato, é essencial. Dia perfeito para os amantes de esporte. Mais sobre Wimbledon aqui.

Publico lota o complexo de Wimbledon todos os anos.

13 - BBC Proms. Durante 8 semanas do verão o Royal Albert Hall é invadido por um festival de música clássica super tradicional inglês, que acontece desde 1895. Na ultima noite de Proms, além do show do Royal Albert Hall, acontece um no Hyde Park, ao ar livre. Ideal para os amantes de música clássica ou pra quem quer experienciar uma típica noite inglesa.



14 - Nao perder a troca da guarda.  Para alegria dos turistas, especialmente os que vão passar pouco tempo aqui, nessa época do ano a troca da guarda acontece todos os dias, exceto os dias de mau tempo. Enquanto no inverno, a troca acontece um dia sim, outro não.


15 - Passear pelo Southbank. Caminhar pelo Southbank é maravilhoso em toda época do ano, com vistas de tirar o fôlego do parlamento e o famoso Big Ben. Porém, durante o verão, essa área localizada ao sul do rio Tamisa, abriga festivais, barraquinhas de comida, artistas de rua, troca-troca de livros, shows de comédia, musica ao vivo, teatro, dança, etc. A programação completa desse ano você pode ver aqui.



Espero que vocês tenham gostado da minha listinha, tem para todos os gostos e bolsos. Alguma sugestão pra eu adicionar  à minha lista?

Deu pra convencer vocês de visitar Londres no verão? Se sim e você precisar de uma guia pra lhe acompanhar, mostrando cada cantinho da cidade é só entrar em contato comigo através do Thais em Londres.